Pesquisar nas cartas

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Tchau 2014, vá com Deus!

Difícil não vir aqui falar desse ano...
É doloroso, mas preciso lavar a alma e entrar 2015 com o coração limpo!
Todo 31 de dezembro, viramos a página da vida. É um novo começo completamente em branco pra gente riscar como quiser, mesmo sabendo que os traços são comandados por Deus todo Poderoso! Afinal, Ele nos deu livre arbítrio para desenhar a nossa vida como quisermos. No entanto, a folha em branco assim como o livro da nossa vida tem Ele como dono.

Pois bem, remexer nesse ano é lembrar do que não foi legal, do que não aconteceu... Mas também é agradecer imensamente as maravilhas providenciadas sem pedido, sem prece, sem esperar, aquelas que Deus reserva pra acontecer na hora certa.

Das grandes batalhas ainda não vencidas, a única é a maternidade que contonua a me causar um pinguinho de tristeza. Gente, é muito triste não conseguir ser mãe ainda! Muito mesmo!
E tento não pensar no tempo. Pois, esse eu não tenho controle algum...

Das alegrias de 2014, tem uma que me causa profunda gratidão! Conheci tanta gente boa, que me ajudou tanto a superar fases de queda livre. Uma pequena parte dessas pessoas não sabem ainda, mas me levantaram como que um braço forte a me puxar do chão. Verdadeiros anjos! Sim, eles existem!

Pra 2015, eu vou repetir um único pedido... Todas sabem, mas vou declarar novamente:
Eu quero um filho!
E Deus, caso queira mandar mais, estamos aí! Super topo!!!

Feliz Ano Novo, pessoal!

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Das vacinas ILP

Oissss!!!

Depois de hibernar um bocado aqui do blog... vortei!

No último, fiz uma lista com um resumo dos últimos acontecimentos.
Vou começar pelas vacinas... Foram 3 doses. Não vou mentir! Dói pra kct! E na última, fui sozinha porque maridone estava com a perna completamente imobilizada e não tinha como me acompanhar. Já foi uma saga a coleta do material dele no dia anterior.
Por falar nisso... Deixa eu explicar uma coisa. O tratamento das vacinas foi todo feito por aqui, não precisei ir até Campinas. Nem para as consultas, que foram realizadas via skype. No entanto, todo o preparo do material coletado aqui é processado lá. Caso morássemos em Campinas ou São Paulo, a coleta seria feita e no mesmo dia seria injetada em mim. Mas como aqui ainda não tem laboratório para esse fim, o material vai a Campinas e no dia seguinte é aplicado.
Li em alguns artigos que a eficácia da vacina pode ser prejudicada, pois quanto mais cedo for aplicado melhor é. O importante é não ultrapassar um prazo de 24 horas entre o processamento do sangue do maridone e a aplicação. E assim foi feito. 

Deu certo! Apesar de ter ficado acima só um pouquinho da porcentagem mínima de positivação (inventei essa palavra)...rs
O exame positivou com as doses sugeridas e não precisei de reforço imediato.
A única pendência é fazer mais uma dose (que seria o reforço) 3 semanas antes da minha próxima transferência. 


Fiquei muito contente com o tratamento e bem confiante que será mais uma ajuda. Todas aqui bem sabem que esse tratamento é muito recente e sua eficácia nos processos de fertilização in vitro ainda não tem comprovação científica oficial. Apenas estudos realizados por amostragem que resultaram em gravidez de nascidos vivos. 
Mas eu acredito! Ponto!

Esse final de ano está sendo meio punk (falecimento e doença em parentes bem próximos e queridos) pra minha família e de repente entendi que Deus quis me poupar de muita carga... Entendi que essa não era a hora da minha gravidez, por mais que eu quisesse e sonhasse com um Natal diferente.

Entendi que eu tenho que passar por tudo e lutar para que o meu filho chegue a mim.

Tenho uma amiga fivete querida que deu entrada nos papéis para adoção, mesmo ainda não tendo desistido do tratamento. Ela vai agir nas duas frentes.
Pensei no assunto, pesquisei algumas coisas... Mas sabe que meu coração nem do maridone ainda pede para tentarmos nosso filho biológico. Meu coração tem muita, muita vontade e fé que minha gravidez está bem perto. Eu sinto! 
E esse assunto (adoção) pode voltar, mesmo com nossos filhos biológicos. Mas por enquanto, ele está em segundo lugar.
A esperança de ter um beta positivo e uma gravidez vitoriosa arde em meu peito e meus pensamentos são totalmente voltados para esse universo.


E pra você, cara leitora, que está passando o mesmo que eu, não desista e faça o que seu coração mandar. Seja leal a ele! Deus te dará o caminho!!!


segunda-feira, 17 de novembro de 2014

As últimas

Sumi muito dessa vez!
Foram muitos motivos!
O que importa é que estou bem e que a vida está seguindo na serenidade que deve ser!
O sonho continua aqui, a mesma luta e o mesmo amor!

Novidades:
1. Já fiz todas as doses da vacina do papai!

2. Maridone fraturou o joelho e eu estou de enfermeira;

3. Meu próximo Cross Match já foi marcado;

4. Daqui 1 semana, tenho férias novamente (10 dias)! Eeeeeba!

5. Emagreci 3kg!!! Muito eba e salva de palmas!!! And gargalhadas bem altas!!!

6. Cortei meu cabelo na altura do ombro! Já cresceu e vou cortar novamente, porque gostei muitoooo!

7. Meus pais estão chegando para o Natal! Muita saudade!

8. Estou costurando bastante e amando cada projeto!

9. Fui na minha primeira consulta com a médica de RA aqui de Brasília;

10. Tenho sonhado muito com meus futuros filhos!

Tudo em detalhes, em algum dia que eu esteja com tempo suficiente para escrever e conversar com vocês!
Tenho andado com maior frequência no Instagram (@cartaparaacegonha)... A gente se vê por lá!
Bjos


quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Um post fast food

Oi gente!
Passei aqui pra dizer, bem rápido, que estou bem e com um tempo bem curto pra colocar as ideias em ordem...
Nós estamos coordenando a Novena de Natal em Família desse ano e o tempo está sendo uma jóia, bem rara!
Volto assim que der, com notícias, novidades e causos da vida tentante e extra-tentante!!!
Para quem quiser e tiver cadastro, estou fazendo pequenos posts sobre muita coisa no meu perfil no instagram!
@cartaparaacegonha
Passa lá!

Bjo e até breve!

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Valeu setembro!

Falei no post anterior do meu tempo de plantar, vocês lembram?
Pois então, essa fase incluía organizar a mente e a burocracia para o próximo tratamento. Passei o final de semana arrumando tudo da minha última FIV. Cataloguei os exames em ordem cronológica na pastinha, joguei fora os remédios que nem cheguei a usar... Ainda sobrou muito ultrogestan, que estou guardando para a minha próxima tentativa. Organizei os testes de gravidez (sim, eu tenho muitos em casa) e joguei fora os vencidos.
Sabe limpeza na alma? 
Foi isso! 
Doeu. Doeu muito! Fiquei abalada... Dei uma choradinha... Mas tirei da minha casa e do meu coração o que passou. Abri as portas para um novo recomeço, realmente.
Foi libertador!
Fechei um ciclo.

Gente, a tristeza e o desânimo duram muito pouco na minha pessoa!
No outro dia, até marido foi na onda e animou também!
Não contei aqui, aliás, poucas pessoas sabem... Maridone ficou muito abalado depois do último negativo. Até mais que eu.
Mas está tudo bem agora. Somos fortes!!!

E a vontade de fazer uma tentativa ainda nesse ano está muito presente em nossos corações. Mas ainda não sabemos a viabilidade disso acontecer por causa do tratamento com as Vacinas ILP, que vão durar pelo menos uns 3 meses, a partir da primeira dose. Ou seja, não daria tempo para esse ano, tentar mais uma FIV, tendo em vista que ainda nem tomei a primeira dose.

Nossa consulta com a Allovita (Clínica do Dr. Barini) está marcada para o dia 06/10 e só depois é que vamos decidir o que fazer...

O que mais está me deixando feliz é que voltamos a nos planejar e o sonho agora, tem uma direção...
Já fico feliz por isso!
E assim foi o mês de setembro!
Desabrochei, junto com a primavera!



terça-feira, 23 de setembro de 2014

Tempo de plantar


Essa semana começou muito bem!
Uma querida amiga fivete, do grupo do what's up, pegou seu positivo hoje!!! 
Estou tão feliz por ela!
Tha, que sua gestação seja cheia de saúde e alegria!

Os resultados dos meus últimos exames saíram hoje! Graças a Deus, tudo normal!
Estou ansiosa pela minha consulta com o Imunologista.
Espero que esta seja uma temporada de muito plantio... Quero colher lindos frutos ano que vem!

Estou até surpresa com a minha paciência... Desde o ano passado, venho emendando (praticamente) uma FIV atrás da outra. Acho que parei pra respirar agora...Consertar alguns pontos, mudar outros...
Tenho meus momentos de querer muito que o tempo passe logo e chegue rapidamente o dia do meu beta POSITIVO. Mas sei que isso não depende de mim e continuo pedindo muita luz a Deus e Nossa Senhora para seguir nesse caminho sombrio. 
É triste mas é a verdade, gente! Esse caminho é tão solitário!!! Só quem passa é que pode saber mesmo a imensidão de sonhos e desejos dentro de um coração cheio de amor ligado a um útero vazio.

Olho para o tempo e o vejo passando todo faceiro por mim. Às vezes, tenho até a impressão que ele me dá um tchau maroto... rs
Difícil não pensar nele... Tempo!

Como falei, esta é uma época de organização, de plantio, de paz, de reflexão!
Estou tentando fazer a minha lição de casa. Melhorei bastante a minha alimentação, voltei aos exercícios físicos (parei durante as férias...) e tenho me sentindo melhor em relação a minha espera.

Espero continuar nessa paz de pequenas doses diárias de outras alegrias e outras motivações.
Para o começo da primavera, tá muito bom, não é mesmo?!

O futuro já me disse... Espera, vai ser muito lindo!

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

TAG: Meu passado me condena

1. Já cortou seu próprio cabelo? E se arrependeu disso?

Sim. E tem até foto de prova eterna da cagada na juba! Quando eu tinha uns 5 anos, minha família estava em festa, era aniversário de 40 anos do irmão mais velho da minha mãe e ele fez uma comemoração especial! A família toda estava na casa dos meus avós e essa era a minha platéia. Por que, vamos combinar né pessoal... Por que eu não inventei isso numa segunda-feira, só para os meus pais???? Pois é... A minha inspiração foi a dupla sertaneja Chitãozinho e Xororó! Pensem na beleza que ficou meu cabelo??? Gente, eu cortei a parte de cima do meu cabelo!!! Sei que nunca me mostrei, mas tenho cabelo preto e bem liso... O corte ficou estilo porco espinho...ahahahahahaha... Mamãe brigou muito e disse que meu castigo era ficar com aquele corte de cabelo o final de semana inteiro...Eu, na época achei lindo, e só muito tempo depois é que fiquei morta de vergonha dessa trapalhada minha...Um dia, quem sabe, eu mostro essa foto horrenda!!!


2. Já brigou com um amigo por motivos inúteis?

Já! E das vezes que aconteceu, fiquei bem chateada. Não gosto de briga, não mesmo. Mas tem horas que eu me excedo quando vou falar alguma coisa e, se o amigo em questão também não estiver em um bom dia, a conversa acaba meio atravessada... Eu sempre espero a minha chateação passar para pedir desculpas... E me preparo, caso o outro não queira desculpar... Também já aconteceu! Mas depois, como a amizade era verdadeira, voltamos a conviver numa boa!

3. Já quebrou algo e fingiu que não foi você?

Já quebrei muita coisa... Mas no meu caso é impossível fingir! Sabe arte de ser destabanada? Eu que inventei! Sério gente! Quando eu caio, quebro alguma coisa é pra todo mundo ver mesmo... 
Da última vez  foi na minha sogra... E não quebrei, mas derramei coca cola na cabeça dela, lógico que foi sem querer... Fui abrir a maldita cheia de gás e aí... Banho de coca na sogra! Num almoço de domingo! Claro que fui embora logo depois... Porque, né...


4. Já tocou a campainha do vizinho e saiu correndo?

Não. Já contei pra vocês que eu passei a minha infância numa cidade do interior? Pois passei e tenho lembranças maravilhosas! Mas lá, poucas casas tinham campainha. Quando você visitava alguém, era bater palmas e gogó pra avisar da chegada! rs 
Pois bem, tocar campainha eu não tocava, mas... roubar manga... Ahhhhhh... demais! E ainda tínhamos a gentileza de deixar as cascas para o dono da casa limpar! kkkk Muitas horas de castigo por conta disso!

5. Já passou trote?

Demais!!!
Mas não era pra polícia ou bombeiro não! As vítimas, em geral, eram meus avós, vizinhos, coleguinhas da escola... E era besteira pura gente! A gente (eu e minhas primas) achava que enganava... Inocente toda! 
Por causa dessas travessura, passei uma vergonha danada depois de adulta... Uma vez, encontrei com um antigo colega de sala num shopping aqui em Brasília. E num é que o sacana comentou do trote que eu tinha passado nele 15 anos atrás!!! E na frente de marido!!!
Já deu um murro em alguém em pensamento????

Esses foram causos do meu passado!
Peguei essa TAG no site Vício Feminino, de Camilla Cabral. Não usei todas as peguntas...
A brincadeira é pedir para 3 blogueiras responderem a tag. Eu indico:

Rita - Uma melancia na barriga
Mima - Sou tentante
Janete - Eu quero ser mãe de novo

É só brincadeira, não se sintam obrigadas, tá meninas!
Divirtam-se assim como eu me diverti relembrando a velha infância!

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Bon jour

Bom dia!
Sabe aqueles bom dia de coração, com força e coragem?
Pois é! 
O meu tá assim!

Prometi a mim mesma que voltaria, mesmo com todo cansaço de um final de semana bem produtivo, a fazer as coisas que fazia antes do tratamento.
Acordei às 6:00, rezei meu terço de cada dia, tomei meu café com calma, andei 40 minutos na esteira, fiz a salada de frutas do maridone, fiz graça com a nossa cachorrinha...Tomei banho, maquiei a fachada (coisa que eu adoro e fazia uns dias que não tinha vontade) e vim trabalhar!
Uma manhã muito normal, trivial, como muitas que vocês devem conhecer por aí!

E vou falar uma coisa... Eu adoro rotina!
Essas atividades de um dia comum me deixam tão segura, animada, feliz!
Talvez seja porque eu sou meio programadora demais! Gosto de planejar e cumprir minha programação... a louca do horário! ahahaha
Né não, gente! Eu só programo as atividades, os horários não... Porque eu nunca consigo seguir os horários certinho... Mas as atividades sim.

Daí você, linda leitora, se pergunta... Por que raios ela escreveu essa besteira???
Porque esse é um espaço pra escrever o que é importante pra mim...
E pode ser que não seja pra você (tenho certeza que não), mas com certeza uma mensagem vai ficar pra você...

Ame as pequenas coisas da vida, por menores que sejam!

É um clichê meio cafona, mas eu gosto mesmo assim!
E estou feliz, com toda essa cafonice de pequenos prazeres!

E você?

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Vacinas do papai

Há poucos dias decidimos (eu e marido) retornar o tratamento o quanto antes...
Esse novo caminho me fez sair na inércia, marcar alguns exames que já haviam expirado (as clínicas de fertilização in vitro pedem atualização de exames de 6 em 6 meses durante o tratamento), estudar mais uma vez sobre o exame que o Dr. Arnaldo nos mostrou (nesse caso, não foi uma indicação médica, ele nos facultou a possibilidade de fazê-lo ou não)...
Chegamos à conclusão, que por ora, não faremos o exame ERA.

Em minhas sessões semanais de acupuntura, converso muito com minha acupunturista sobre os outros casos de fiv's positivas do consultório dela, e se ainda tem alguma coisa que eu não tenha tentado e pode ser uma ajuda pra mim também.
Eu já tinha ouvido falar da Imunoterapia de Linfócitos Paternos. Já até comentei aqui, em algum post do mês passado... Que eu não lembro qual...
Mas nunca tinha procurado saber do que se tratava a fundo, até que ela (acupunturista) me contou de boas experiências com outras pacientes e eu resolvi procurar uma Clínica aqui em Brasília, que é referenciada pelo Dr. Ricardo Barini, um dos maiores especialista do país nesse tipo de tratamento.

Descobri que é um procedimento polêmico, e alguns profissionais brasileiros não acreditam na sua eficácia. Apesar disso, vimos uma possibilidade de acerto ao escolher esta alternativa.

Nos foia dada a opção da consulta pessoal ou via Scype. E para agilizar o processo, já que eu estava com um histórico considerável de negativos por FIV (3 negativos, fora a IA), primeiro faramos os exames solicitados pela Clínica e depois marcaríamos a consulta, que no nosso caso, seria via scype (o valor é o mesmo que a consulta em Campinas).

O primeiro exame que fizemos foi o Cross Match. Exame simples, foi uma coleta de sangue como outra qualquer, a diferença é que o fizemos na Clínica e não no laboratório. O material é processado em Campinas, mas o resultado é rápido, dois dias úteis. Ontem a enfermeira responsável pelos exames aqui em Brasília me ligou e deu o veredicto: mais um negativo para a minha coleção...
Só para resumir bem por alto, o resultado esperado neste exame é sempre positivo. Significa que meu corpo reconhece o material genético do meu marido (contido no embrião) e não age para expulsá-lo. Para mulheres que nunca engravidaram, é normal e esperado que esse exame seja negativo, no caso de fiv é mais complicado porque já existiu um embrião no útero, mesmo que não tenha ocorrido nidação, daí a utilização desse tratamento para casos de fiv's negativas tb.

Hoje, vou passar lá na Clínica referenciada para pegar as demais solicitações de exames. Eu marido teremos que fazer um monte deles e enviar para Campinas, só aí o pessoal de lá marcará nossa consulta. Já falei isso, né?!

A primeira etapa da Imunoterapia consiste em 3 doses de vacinas, 1 a cada 3 semanas. Depois repete-se o Cross Match para verificar se positivou. Caso não tenha positivado, há a necessidade mais dosagens até que ocorra o resultado esperado. O efeito das vacinas dura em torno de 3 meses, depois faz-se doses de reforço, inclusive após a confirmação de gravidez. Só poderei recomeçar o tratamento de fiv após a Imunoterapia. E como ainda não comecei a tomar essas benditas, não sei quando farei a FIV. Vamos contar aí 9 semanas de vacinas, fora se tiver que tomar reforço, mais esperar um ciclo inteiro de indução mais um ou dois para TEC...

Estou assim, por um lado feliz de visualizar um novo caminho para uma nova tentativa, mas por outro, meio preocupada pela questão do tempo. O tempo é inimigo de quem quer engravidar, principalmente das balzacas... que já são balzacas há um tempinho. Tipo eu!

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Disco furado

Às vezes, eu acho que estou falando sempre a mesma coisa por aqui...
Talvez esteja mesmo, afinal de contas o assunto é um só: maternidade.
E foi pra isso que o blog foi criado... Pra que eu pudesse dizer tudo o que eu tenho vontade de conversar o dia inteiro, mas é difícil achar alguém (que não seja maridone) para aturar esse disco furado...

Eu tenho andado tão distraída que bati o carro 3 (TRÊS) vezes em 1 semana!!!
Foi coisa boba, mas foi um transtorno...

Percebi que as coisas demoraram mais tempo pra voltar ao lugar depois desse último negativo.
Eu tive que procurar os meus outros desejos lá dentro de mim, minhas alegrias mais singelas, as pessoas que me fazem bem, e acreditem... parar um pouco de pensar em engravidar.
Consegui essa façanha durante nossas férias... Nos divertimos muito.

Na volta, o taxista que nos levava ao aeroporto brincou conosco e desejou boa viagem pra nós três...
(as pessoas tem mania de fazer essa brincadeira comigo). Nós, prontamente, dissemos que não tínhamos filhos e (infelizmente) não estávamos esperando um... Daí ele falou: aqui é um lugar no qual a cegonha faz muitas entregas, vocês não sabiam disso? Milhares de casais vem encomendar seus bebês aqui. Daqui a noves meses vocês serão uma linda família... Nem preciso dizer a cara que fiz, né?! 

Seriam tão mais fácil, se fosse assim!

Mas não é. :/

Eu voltei meio assim, sem saber o que fazer e agora as coisas estão começando a ficar mais claras.
Já consigo delinear os próximos passos. O tempo que eles acontecerão é que estão ainda sob uma fina camada de sombra... Ainda não enxergo nitidamente as datas da nossa próxima tentativa. 

Além disso, estou tentando resgatar minha rotina de atividade física, dieta, orações...
São aqueles velhos hábitos domésticos que um tratamento tão complexo tira de você.

Prometo ser menos repetitiva daqui pra frente!

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Natividade de Nossa Senhora

Gente,
Visitei o blog hoje e esqueci de deixar aqui a minha homenagem e este dia tão importante para nós, católicos!
Hoje é o dia no qual celebramos o nascimento da Mãe de Jesus!
A vinda do Nosso Senhor foi preparada desde muito tempo, desde a chegada de Maria!

No texto a seguir, está melhor explicado o significado deste dia!


Maria menina e sua mãe Sant'ana

Natividade de Nossa Senhora, hoje celebramos o nascimento da Mãe de Jesus!
Hoje é comemorado o dia em que Deus começa a pôr em prática o Seu plano eterno, pois era necessário que se construísse a casa, antes que o Rei descesse para habitá-la. Esta “casa”, que é Maria, foi construída com sete colunas, que são os dons do Espírito Santo.
Deus dá um passo à frente na atuação do Seu eterno desígnio de amor, por isso, a festa de hoje, foi celebrada com louvores magníficos por muitos Santos Padres. Segundo uma antiga tradição os pais de Maria, Joaquim e Ana, não podiam ter filhos, até que em meio às lágrimas, penitências e orações, alcançaram esta graça de Deus.
De fato, Maria nasce, é amamentada e cresce para ser a Mãe do Rei dos séculos, para ser a Mãe de Deus. E por isso comemoramos o dia de sua vinda para este mundo, e não somente o nascimento para o Céu, como é feito com os outros santos.
Sem dúvida, para nós como para todos os patriarcas do Antigo Testamento, o nascimento da Mãe, é razão de júbilo, pois Ela apareceu no mundo: a Aurora que precedeu o Sol da Justiça e Redentor da Humanidade.
Nossa Senhora, rogai por nós!
Fonte: http://santo.cancaonova.com/santo/natividade-de-nossa-senhora-celebramos-o-nascimento-da-mae-de-jesus/
_________________________________________________________________
Achei também este link, para explicar melhor a importância do dia de hoje!
Vale a pena ler!

http://www.arautos.org/especial/19039/A-Natividade-de-Maria.html
http://blog.cancaonova.com/tododemaria/a-graca-da-natividade-de-maria/

Vídeo Adriana Arydes

Hoje trago aqui um testemunho que já assisti algumas vezes!
Queria partilhar com vcs!

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Bom final de semana!

Que o seu final de semana seja de muita alegria e serenidade!
Que você seja inundada pela paz de quem sabe que vai dar tudo certo!

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

O resgate

Ontem arranhei meu carro, numa barbeiragem minha...
Que raiva que fiquei!
Mas lembrei que esse episódio pode ser fruto da minha falta de vontade das coisas nesses últimos tempo...
Eu tenho andado muito desatenta e sem vontade de nada, parece que tá tudo fora de lugar e eu não tenho feito a minha parte para mudar isso.
Percebi que mesmo cansada, tenho que reagir, sair dessa onda de pessimismo que me assolou...

Viajamos a poucos dias de férias, tava tudo muito bom... Mas quando cheguei parece que minhas perspectivas quanto ao tratamento estão piorando...

Não gente! Essa não sou eu!

Eu não sou dessas!

Eu quero minha alegria de viver de volta. Quero rir das minhas trapalhadas ( que são muitassss), quero rir das piadas bobas no trabalho, quero rir das danações da minha cachorrinha (eu tenho uma, nunca falei, né?), quero chorar de felicidade!!!

Eu quero ri até doer o maxilar!!! Até dá dor de barriga!

Posso?

Sim!

Mesmo sem filhos ainda?

Lógico!

Eu tenho certeza que levar a minha batalha com mais leveza e alto astral, Deus saberá que eu estou pronta, esperando somente a vontade Dele!

Aos poucos conseguirei... E daqui uns dias, com fé em Nossa Senhora, eu direi:

Alegria, vim te buscar!

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Milho de pipoca

Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho para sempre.Assim acontece com a gente.

As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo.

Quem não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida inteira. São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa. Só que elas não percebem e acham que seu jeito é o jeito certo de ser. Mas, de repente, vem o fogo. O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos: a dor.

Pode ser fogo de fora: pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento, cujas causas ignoramos.

Há sempre o recurso do remédio: apagar o fogo! Sem fogo o sofrimento diminui. Com isso, a possibilidade da grande transformação também.

Imagino que a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro cada vez mais quente, pensa que sua hora chegou:vai morrer. Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar um destino diferente para si. Não pode imaginar a transformação que está sendo preparada para ela.

A pipoca não imagina aquilo de que ela é capaz. Aí sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação acontece: POP!

E ela aparece como uma outra coisa completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado.

Bom, mais ainda temos o piruá, que é o milho de pipoca que se recusa a estourar. São como aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, se recusam a mudar. Elas acham que não pode existir outra coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem. A presunção e o medo são a dura casca do milho que não estoura. No entanto, o destino delas é triste, já que ficarão duras a vida inteira. Não vão se transformar na flor branca, macia e nutritiva. Não vão dar alegria para ninguém.

Extraído do livro "O AMOR QUE ACENDE A LUA" de Rubens Alves.





______________________________________________________________

Eu li esse texto ontem à noite, na time line (facebook) de uma amiga.
E sabe daquelas frases que entram no seu coração como uma flecha certeira?
Pois é!

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Sem edição

Vamos começar o mês nos visitando?

Primeiro: Oi pessoal!

Falta assunto pra vir aqui, sabe?!
Ainda estou naquela ladainha de um horizonte de possibilidades, mas nada definido. As vezes, até sinto que é tanta coisa que penso e acabo não decidindo coisa alguma!

Não estou na melhor das fases... 
Por isso o sumiço daqui, dos blogs amigos, do insta...
Eu tento, a todo custo me guiar pela força da fé e crença que meu milagre virá. Sim, ele virá!

Voltei a estaca zero!
Não tenho nada...
Não tenho ice babies, não estou começando novo tratamento, não estou com consulta marcada... nada...

Outro dia, fui visitar o e-family, num tópico muito especial, que participei ativamente na última tentativa.
Lá, a gente sempre se atualiza das fases das outras fivetes por uma listinha carinhosamente cuidada pela gestora do tópico, a Priho.
É tanta dedicação, que ela separa por: gravidinhas, espera do beta, indução, tec e por aí vai.
A priho coloca o nick name da participante e qual a fase do seu tratamento...
No meu está escrito: Reunindo forças!

Achei bem delicado... e ao mesmo tempo triste!

A priho acertou na fase...
É exatamente assim que me sinto! Juntando os cacos.

Essa última tentativa me tirou o chão. Apostamos nas alturas! Era a chance mais real, mais palpável, mais confiante, mais tudo que tínhamos... E não deu certo!

Ontem, eu chorei muito! Era cansaço, era medo, era frustração... Tudo junto!

As férias foram muito, muito importantes para mim e maridone, principalmente porque pudemos, enfim, conversar muito (sem ser interrompidos), e sobre tanta coisa que estávamos sentindo. Vi o sofrimento dele, que é tão grande também, mas eu estava tão submersa na minha própria dor que não conseguia ver que ele estava com o coração dilacerado assim como o meu.
Ele, que sempre esteve firme e forte, segurando a onda de toda a situação, enfim despencou e se permitiu extravasar toda a sua dor e cansaço.

Eu tenho sentido, além de tudo isso que relatei, uma preocupação muito grande com a minha própria confiança. O meu cansaço dessa luta, tirou um pouco da minha força de lutar... Não queria escrever isso, mas é verdade, acho já falei disso aqui.

Antes, quando eu comentava com as poucas pessoas que sabem, sobre os percalços e a fases do tratamento, elas me olhavam com cara de dó... E até pessoas que nos querem muito bem, nos perguntavam por que ainda tentávamos... Para essas pessoas, mesmo que elas não dissessem, a incredulidade da gravidez acontecer estava estampada na cara... Mesmo assim, eu me mantinha forte, confiante, crente que daria certo sim...
Esses dias, conversando sobre isso com essas mesmas pessoas, eu me vi incrédula tb!

Foi aí que eu senti medo! Muito medo mesmo!
A confiança e a fé que temos é a arma mais poderosa para qualquer luta na nossa vida. 
Eu estou desarmada! Estou sem forças e sem proteção...

Neste momento, estou em busca da minha esperança mais profunda. Aquela que todo mundo tem! Mesmo os mais céticos.

Eu perdi algumas coisas por este longo caminho, perdi fé, perdi tempo, perdi vivência... Mas ainda tenho um grande trunfo...

O sonho ainda está aqui!

E é por ele que meu coração bate.

Estamos juntos, nos reerguendo!
É difícil, mas o nosso Senhor é o Deus do impossível!

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Por aqui...

Por aqui tudo na mesma...
Ainda sem novo antigo tratamento...
Sem perspectivas de quando ocorrerá.
Não temos ideia, com relação ao nosso futuro filhote, de quando virá...
Eu nem sei dizer pra vocês o que farei no mês de setembro.
Só tenho planos para os próximos quinze dias...;)
Hoje, é meu último dia de trabalho antes das minhas mini férias!!! 
Viajar é preciso! Eu e maridone estamos contando as horas!
Essa sim, é uma notícia excelente para esquentar esse coração machucado...

Sim meninas! Ainda tenho pequenos lances e lampejos de tristeza a respeito do que não aconteceu...
Tento focar em outras coisas, pensar em outras vontades, sentir outros prazeres, realizar outros sonhos...
Mas essa vontade, essa saudade do meu futuro (que ainda não está delineado, a não ser nos meus pensamentos), esse bem querer do filho que está esperando para vir. É isso mesmo que você imaginou, amiga! Eu tenho certeza, que meu filho já me espera também e está como eu, candidamente, aguardando Nosso Pai do Céu liberar o nosso encontro.

Por enquanto, a gente vai caminhando assim... Com uma vontade imensa de se ver, de acontecer, da benção ser proferida, da nossa hora chegar...
Quase sempre eu choro.
É inevitável! É triste! 
Mesmo tendo fé que a nossa história terá uma nova fase em breve, assim esperamos, eu lembro que não tem nada pronto, não tem nada certo, que o caminho é longo e eu estou exausta.
Queria não está! Mas eu estou!
Eu queria falar coisas bonitas e falar de esperança, de perseverança...
A verdade é que eu estou precisando escutar, eu preciso ler sobre isso, eu preciso me animar!
Alguém, por favor, põe um vídeo de lambada da década de 90 aqui, para gente rir um pouco???!!!

Por alguns instantes, eu me ocupo, e não penso nele... No meu filho... 
A pior hora é a noite... Quando eu vou dormir e queria muito fazer o que toda mãe faz... Ler histórias, abraço forte... Boa noite, filho! Quase consigo ouvir a resposta... Boa noite mamãe...
É só um sonho, de todas as noites!

Quando acordo, eu agradeço a Deus... Menos um dia de espera!
E passo o dia todo acreditando nisso...

Só posso pedir que o caminho seja tranquilo.

Nossa Senhora, cuida de mim!

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Visão noturna, por favor!

Ontem, foi só clicar no botãozinho de PUBLICAR o post que meu celular tocou.
Era o meu médico...

Conversamos sobre como eu estava e ele me explicou que não sugere mudança alguma no meu protocolo. Nem nos embriões (já que eu consegui blastocisto de boa qualidade) e nem acrescentar qualquer exame que eu já não tenha feito. Realmente, fiz todos os exames!

Isso me derrubou demais...Eu esperava que ele me pedisse para fazer aqueles exames complexos... Tipo PGD, Cross Match e o escambau... Até insisti nessa linha de investigar... Mas, ele foi categórico! "Muito provavelmente as falhas de implantação, no seu caso, e de acordo com o seu histórico de exames e prontuário, não estejam relacionadas com os seus embriões. Temos que cuidar da pós transferência."

A única coisa a fazer de diferente, que segundo ele, poderia não ser feita, seria a realização do exame ERA.
A grosso modo, esse exame verifica a receptividade do endométrio e qual o melhor dia para a transferência dos embriões congelados.

Esse seria justamente o primeiro empecilho... Estamos na dúvida, e vamos avaliar se queremos ou não fazer a FIV em ciclo fresco. O protocolo de TEC demora demais, nesse último, foram seis meses em apenas um ciclo no qual usamos todos os blastos congelados. Foi uma aposta alta e a queda foi proporcional. :(

A outra desvantagem é que além da demora de se trabalhar com embriões congelados, é que esse exame só tem eficácia de dois a três meses após o reconhecimento do período apropriado para a TEC. Ou seja, vamos lidar com um período muito superior a seis meses. 

Estou buscando paciência nos confins do meu ser e esperar um tempo tão grande assim seria uma tortura.

Ao mesmo tempo, penso que o processo de FIV é muito complexo... Pode ser que eu faça a próxima em ciclo fresco, o que dura por volta de 40 dias, e ainda assim não dê certo...

Estamos tateando no escuro, novamente!

Começar é muito bom, animador, estimulante... REcomeçar dá um certo medo!

Resolvemos tirar uma folga para pensar, clarear esse grande túnel no qual entramos. 
A impressão que tenho é que aquela luz lá no fundo se apagou. Mas eu ainda respiro, mesmo no escuro e tento ficar de pé, mesmo sem saber onde pisar e qual direção tomar.

Pela primeira vez, o sentimento de derrota e a vontade de desistir estão entre os meus pensamentos.

Rezar, mais e mais.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Agradecimentos

Eu queria vi aqui só depois de ter uma orientação da Clínica sobre o que fazer agora...
Mas não foi possível, estamos revendo todo o meu protocolo e a viabilidade de fazer outros exames no sentido de melhorar as circunstâncias pós transferência, já que transferi blastocistos. Já sabíamos, desde o início, que o nosso maior obstáculo seria a fase de implantação.
Ainda não sei o que será feito...
Eu vim aqui agradecer todas as mensagens!!!
Chorei muito lendo cada uma e foi como um forte abraço cada carinho escrito!

Que Deus sempre nos ilumine!
Quando eu conseguir escrever mais, sem chorar, eu volto!

Até...

sexta-feira, 25 de julho de 2014

10 dias

Antes da minha transferência, eu tinha uma programação para de posts diários...
Pois é! Furei geral!!!
Sabe o que acontece?
Não tenho sintoma algum... Então, eu realmente não tenho nada a dizer desses dias que já se foram. E dessa espera que AINDA não acabou...
Estou tensa, com medo, ansiosa... Seria chover no molhado vir aqui dizer tudo isso pra vcs...
Simplesmente, não senti vontade de fazer isso... Vocês me entendem?
Sei da torcida e orações de vocês e fico feliz por demais em receber tanto carinho. Porém, nessa altura do campeonato, os hormônios já transformaram todo o meu ser...

A esperança continua aqui do meu ladinho. Amiga, obrigada pela companhia!
Paz, por Deus ter me proporcionado meios financeiros e psicológicos de tentar!

A outra proposta, essa eu quase cumpri por completo...rs
Ganhei um livrinho de orações de Nossa Senhora da querida Carol, chamado Maria passa a frente.
E tinha pensado cá com meus botões, na semana passada, em fazer a novena todos os dias à noite, a partir do D1, dia da TEC. Quando acabasse a novena, então ao novena acabou ontem, D9... E eu faria um teste de farmácia hoje, D10...

Coraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaagem!!! Menina, cadê vc?????

Eu estou gostando tanto dessa doce sensação da maternidade... Resolvi não fazer...

Como falei no começo desse texto, minha vontade pode mudar e D. Cocó (vulgo coragem) aparecer e a gente se acertar que eu posso fazer um teste de gravidez e continuar com minha sanidade intacta...

Posso pedir?

Rezem por nós!!!

terça-feira, 22 de julho de 2014

4ª FIV - Grande Encontro - TEC

Ontem foi uma linda segunda-feira de boas notícias!!!
Lyanna, Parabéns pelo lindo positivo!!! Você sempre mereceu esta graça tão grande!
Eu fiquei imensamente feliz! Eu tinha uma certeza tão grande que você conseguiria!!!
Felicidades para a família que você e seu marido começaram agora, e pelo valor do Beta, será grande!!!
<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3<3
Depois da aplicação da Imunoglobulina Humana, no dia 10/07, fiquei receosa de ter algum processo alérgico. Eu nunca tinha tomado esta medicação e fiquei atenta a qualquer sintoma fora do padrão.
Coisa alguma aconteceu e eu me sentia muito bem nos dias que se seguiram.
 
Nossa TEC estava marcada para o dia 16/07, como eu já havia dito. E combinamos com a equipe médica de estar em São Paulo no dia 15/07 para um último ultrassom de verificação.
A chegada do nosso vôo estava marcada para as 19:30h, e a minha consulta para as 20:00h. Eu sei, eu sei!!! Muito em cima... Mas foi o único vôo que conseguimos reservar!!! Tudo lotado!!! Por mim, teríamos viajado mais cedo, mas meu maridone não podia sair do trabalho antes das 16:00h.
A nossa maior preocupação era que o vôo atrasasse muito (não é raro um vôo não atrasar no Brasil)... E realmente atrasou! Já era 20:00h e ainda estávamos aguardando a bagagem (tivemos que despachar a mini mala, apesar de ter pouca roupa, por causa das injeções de heparina).
Liguei na Clínica e remarcamos a consulta para 12:00h.
Fomos direto para o hotel, pedimos o jantar no quarto e eu fui dormir...
 
Dormi até umas 5:00 da manhã... Acordei e não consegui mais fechar os olhos de tanto nervoso... Apesar da felicidade e da confiança que eu estava.
 
Chegamos meio dia e pouquinho e só fomos atendidos às 13:30h! Eu estava ansiosa mas não preocupada, pois seria o Dr. Arnaldo que faria meu ultrassom e o procedimento na Huntington. Então, estávamos todos atrasados...rs
 
Ultrassom feito, tudo adequado para a TEC. Fomos almoçar...
Quem disse que eu conseguia comer? E marido também não comeu quase nada... Tamanho era o nosso nervosismo...
 
Já na Huntington, fomos atendidos e estávamos aguardando o encaminhamento ao Centro Cirúrgico, quando a Embriologista nos chama para conversar sobre os embriões...
Fiquei um pouco tensa, pois sabia da probabilidade de perda de algum ou todos os embriões no processo de descongelamento. Ela, rapidamente percebeu minha angústia e antes de sentarmos para a conversa já nos avisou que todos haviam sobrevivido. Meu coração se alegrou na hora!!! E partir desse momento eu não ouvi/lembro mais nada do que ela explicou... Ainda bem que marido estava lá e prestou atenção em tudo. Parece que eu fui transportada para um ambiente de paz e tranquilidade.
 
Desde essa hora fiquei calma. Poucos minutos antes de entrar no CC, já vestida com as roupinhas de lá, rezamos um Pai-Nosso e uma Ave-Maria, pedimos que o Espírito Santo estivesse entrando conosco naquela sala.
 
O ambiente estava bem descontraído, meu médico brincando que os meninos tinham que ser parecidos comigo porque eu era mais bonita que marido... ahahaha... e marido também estava bem tranquilo... De repente, a embriologista fala meu nome completo e passa um tubinho por uma janelinha para as mãos da assistente... Eram eles!!! Meus amores em pingo de gente!
Todos se calaram, e eu quase ouvia meu coração bater e por um minuto achei que fosse chorar... Mas meus olhos estavam tão encantados (AND arregalados) por aqueles pontinhos de luz sendo depositados em mim, que não queria que nada atrapalhasse o nosso primeiro encontro!
Foi a melhor sensação dos últimos tempos!
 
Mas também foi rápido e, dessa vez, quase indolor. A não ser pelo fato de estar com o espéculo, praticamente não tive desconforto algum durante a transferência. Super diferente das outras vezes, quando eu sentia um grande incômodo e me segurava para não soltar um jato de xixi na cara do médico...kkkkk
 
Não, agora foi diferente! Será diferente!!!
 
Estamos no D7!!!
As preces e orações se intensificaram e estou oscilando entre momentos de medo e confiança.
Estou fazendo de tudo para bloquear pensamentos que me afastam do meu equilíbrio e da minha fé!
 
Beta marcado para o dia 28/07! Cada dia por vez até lá!!!
 
Rezemos!!!

sexta-feira, 11 de julho de 2014

4ª FIV - Definição da TEC

A ultra de terça foi realmente decisiva. Igual ao jogo... A diferença é que a notícia foi muito boa!
Marcamos a TEC para o dia 16/07!!! Estamos muito contentes!
 
Como já havia dito a vocês, antes da minha transferência, eu teria que fazer a aplicação da Imunoglobulina Humana por causa da alteração das Células NK. A orientação era pra que eu fizesse essa aplicação no máximo 6 dias antes da TEC. Pela nossa pré-programação, estávamos com o procedimento agendado para a sexta-feira (18/07).
No entanto, meu endométrio teve resposta muito positiva à medicação (estradiol) e chegou a uma espessura muito boa antes do prazo que havíamos estipulado. Foi uma correria danada. Todas as pendências (compra de medicação e marcação de aplicação da Imuno) que seriam resolvidas apenas na próxima segunda-feira, tiveram que ser antecipadas pra quarta-feira. Acho que só respirei nesse dia porque fazemos isso no automático...rs... Mas deu tudo certo!
 
Tenho uma grande amiga que tem uma empresa de home care e ela gentilmente se disponibilizou a me ajudar no fornecimento da Imuno (a empresa dela atende muitos pacientes que fazem uso dessa medicação para outras patologias, e ela me vendeu a preço de custo). Além disso, foi na minha casa ontem fazer a aplicação pessoalmente (ela é enfermeira também). Estou até agora agradecendo imensamente a Deus por colocar anjos na minha vida! Sem dúvida nenhuma, Ele agiu através da minha amiga! Pois, se não fosse por ela, teríamos que pagar um valor altíssimo pela medicação e uma diária no hospital para a administração do remédio, que é intravenoso. Como antecipamos tudo, não haveria tempo hábil para a autorização do nosso plano de saúde deferir o pedido e assim tomar o remédio na quinta.
 
Foi ótimo, papeamos muito durante a tarde de ontem e eu tirei um pouco do foco dos próximos acontecimentos.
 
Hoje começo a progesterona e os outros remédios.
 
Rezem por nós, por favor!
 

segunda-feira, 7 de julho de 2014

4º FIV - Preparação do endométrio - segundo tempo

Já acostumei com esse esquema tático de ter ultrassom no dia de jogo do Brasil!
Amanhã, será o terceiro, dos quatro que já fiz!
Muita emoção envolvida! ^___^

 
 
Na sexta passada, acordamos cedinho, meu horário estava marcado para as 7:30h. Frio do kct!
Chegamos tão cedo que o consultório ainda estava fechado... o.O
Quando eu estava pagando o exame, o médico chegou e eu o cumprimentei de costas... Só vi a cara dele ao ser chamada pra fazer o exame... E porque eu estou contando isso? Porque ele foi o obstetra que fez o parto da minha cunhada! Na hora que o vi, reconheci! Inclusive ele tem a lembrancinha de maternidade da nossa sobrinha na mesa dele.
Achei uma feliz coincidência, pois, fazer exame com uma pessoa familiar, nessa altura do campeonato, conforta um tantão nosso coração.
Por ele ter sido tão atencioso, acabei falando da coincidência. Foi um exame bem descontraído! E ele até nos deu o telefone pessoal. Achei super fofo, apesar dele ser cesarista. Aliás, os cesaristas são sempre fofos! rs Maridone também gostou e a reclamação inicial por eu ter marcado exame com um médico bem carinho se foi... A ultra de amanhã será com ele também.
 
Agora, sobre o endométrio... Tá trilaminar e com uma ótima espessura!!!
Esperamos que continue!
Minha apreensão é para que possamos manter esse ótimo aspecto dele até o dia da TEC.
 
Combinamos com a Clínica que marcaríamos o procedimento para uma sexta-feira, por questões de logística, ausência do trabalho e repouso. Por isso, mais essa ultra de acompanhamento. Enquanto isso, continuo com o estradiol. Assim que for liberada, mais cinco dias de progesterona.
 
Tudo isso, espero, será decidido amanhã.
 
Que Deus nos guie!

quarta-feira, 2 de julho de 2014

4ª FIV - Preparação do Endométrio

Os meus ciclos estão mais longos nos últimos meses...
Esse fato me causou muita ansiedade e um medinho das coisas não darem certo.
Besteira minha!!!
 
Estou aqui, devidamente adesivada (estradot na barriga), tomando a primogyna velha de guerra (duas cápsulas/dia), um ASS infantil/dia e aguardando a 4ª ultra, para a próxima sexta-feira.
 
Antes de chegar nessa fase, esperei (im)pacientemente a regressão de um corpo lúteo do ciclo anterior que insistia em atrapalhar a minha mudança de fase...
Depois de 3 ultras e já no 10ºDC, fui liberada para começar a preparação do endométrio. ehhhhhhhhhhhhhhhhh \o/ \o/ \o/ \o/
 
Apesar da minha enorme vontade de fazer a transferência embrionária agora, sentia que só ficaria confiante se estivesse 100%. Só faríamos com segurança de que estava tudo em ordem. A casinha arrumada, sabe gente?!

Sobre as coisas práticas é isso!

Sobre os sentimentos, ainda tento controlar a ansiedade e pensar positivo na maioria das vezes... É difícil, mas estou conseguindo reverter pensamentos que não valem a pena...
Sei que há chances para duas respostas.
Tento focar naquela que mais espero! O positivo, claro!

Como sempre digo por aqui, pra que sofrer se podemos levar a luta com alegria?!

Avante!


quinta-feira, 26 de junho de 2014

Vício temporário em futebol?!

Vou falar uma coisa pra vocês... Estou viciada nos jogos da Copa!!! Pode isso, Arnaldo?!
Eu ainda não perdi nenhum jogo... Mas não me pergunte os nomes dos jogadores, quem está em primeiro lugar em qual grupo, o que é tiro de meta/ escanteio/impedimento... Ahahahah... Maridone está quaaaaaaase sem paciência para me explicar pela milésima vez...ahhahahahah 2

Fui, a primeira vez em toda a minha existência, num estádio de futebol assistir a uma jogo!!! E não foi qualquer jogo! Foi o jogo do meu Brasilllll, aqui em Brasólia!
Gente, emocionei demais! Sim, eu chorei com o hino a capela! 
Gritei com os gols! Só com os gols, acho o "O" xingar quem quer que seja!!!
Ahhhhhhh!!! Foi massa!

Mas, assim... Todo mundo vem aqui pra saber de outro assunto. Eu sei. Bem mais importante, né?! 

Tomei o bloqueio dia 10/06, D21 do ciclo anterior, portanto protocolo longo. Isso, vocês já sabem...
Pois então, hoje, D6 do ciclo de preparação da transferência. 
Já fiz 2 ultrassons, endométrio está fino, mas ainda não tão fino para começar a ingestão de estradiol. E ainda não está trilaminar, aspecto esbranquiçado...
Tenho também um corpo lúteo em regressão, provavelmente, um cisto funcional do meu ciclo natural anterior.
O Dr. Arnaldo me ligou e pediu pra que eu fizesse mais um ultrassom na segunda-feira pra ver o desenvolvimento do meu endométrio.
Ainda não sei se a TEC ocorrerá neste ciclo.

A parte boa é que estou mais segura e menos tensa. 
Depois que conversei com o Dr. fiquei um pouquinho desapontada, mas maridone me lembrou, sabiamente, que já havíamos decidido só transferir os ices babies com tudo 100%...
Então, rezar está sendo a minha atividade mais recorrente!
Peço a Deus que providencie meus filhos, não importa quando!

Enquanto isso, vamos assistindo os jogos!!! 

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Tudo melhor por aqui!

Tenho tanto pra falar...
Nem sei por onde começar! Precisei até ler o último post pra saber em que parte eu parei...

Nunca parei de vir aqui me atualizar das novidades das fiv-amigas... e das gravidinhas queridas!
Ainda estou com problemas para logar por aqui... Por isso a falta de postagens, comentários nos outros blogs e respostas nesse cantinho meu tão especial!
Sei do carinho de todas vocês que vem aqui e ainda deixam uma mensagem de esperança e apoio.
Vocês são umas fofas mesmo!

Sei que a Liana (filhota da Rita nasceu)! Parabéns Rita!!! A filhota é linda!!!

Sei do resultado da TEC da Lyana! Minha linda, sua hora vai chegar e sua fé e confiança em Deus me inspiram demais!!! Você será vitoriosa! Tenho certeza que o filhote estará contigo em breve!

Sei da TEC da Jana! Eu te digo e repito: você conseguirá!!! Esse filho, tão desejado e amado, estará no ventre logo logo! Confia! Vamos em frente!!!

Não esqueci de ninguém, se eu não falei é porque vcs estão guardadas aqui no meu coração!

Sei de mim também!
Gente, deixa eu falar...
Escuta (no caso, ler aqui)!!! Eu já tomei o bloqueio de ovulação!!!

Estou, agora, esperando a menstruação para começar com a preparação do endométrio.

Como estou me sentindo?
Olha, sei lá... rs

Eu passei pelo drama da ansiedade e isso me fez enxergar muita coisa... Foi punk mas a sacudida foi eficiente!
Aquela pilhação, desespero de fazer as coisas pra ontem,  passaram um pouco. Tem haver com os fitoterápicos... Eles me acalmaram. Mas já esqueci algumas vezes de tomar e continuo bem.
Então, Deus está agindo! Eu creio muito nisso!

Recebi há umas duas semana atrás a lista da medicação de preparo... Muita coisa!
Além da ENOXAPARINA SÓDICA (mais conhecida como CLEXANE, HEPTRON, ENOXALOW...)
Pois é! Vou tomar 1 picadinha/dia, começando antes da transferência.

Tô com medo não gente! Eu quero ter forças e preparo emocional pra esta fase tão importante!
Quero equilibrar tudo! Corpo, mente e coração!

Estou me cercando de gente boa, bonita e sincera! hihihihihi

Não falei tudo! Vamos aos poucos?

quinta-feira, 29 de maio de 2014

A ansiedade e eu

Passei por mal bocados esses dias...

Não, não está acontecendo nada de ruim... Tudo em ordem.

Então, estaria eu louca?

Não... Definitivamente não...

Passei mal no trabalho, chorei e fui parar no serviço médico!
Mediram minha pressão, aferiram batimentos cardíacos... Tudo dentro da normalidade.
Mas a sensação que eu tava era que o meu coração sairia bela boca a qualquer momento, suava frio e tremia muito.
Mandei mensagem para a minha Acupunturista que generosamente me atendeu às 22:00h (último horário disponível) em seu consultório, numa segunda-feira meio conturbada...

Diagnóstico: Foi a ansiedade que me pegou de jeito...

Pela primeira vez, nesses dois anos de luta, precisei recorrer a ajuda psicológica, o que tem me ajudado muito também! A terapia está organizando meus pensamentos.
Principalmente porque quem faz tratamentos para engravidar tem uma necessidade absurda de falar nisso até esgotar o assunto. Tenho a impressão de que quanto mais a gente fala, mais alívio trazemos para o nosso coração.

A nossa batalha para conceber e gerar é tão grande, mas tão grande, que por um momento perdemos a sua dimensão de vista. Subestimamos nossas fraquezas na luta pelo filho.

Aos poucos estou voltando ao meu ponto de equilíbrio. Espero chegar na transferência com a mente sã, a saúde tinindo e o coração tranquilo.

terça-feira, 13 de maio de 2014

O bom começo da 4ª FIV

Antes de tudo, quero agradecer a uma amiga muito especial que se deu ao trabalho de fazer uma lista, e me enviar um e-mail todo detalhado,  com tudo que eu poderia fazer para turbinar a minha ovulação. Sendo que ela mesma, gravidíssima de um meninão, havia feito.
 
Obrigada Carol!!!
 
Eu fiquei muito frustrada com a indução (3º FIV).
Todas vocês sabem que as expectativas eram imensas e para nós, o sucesso era certo.
 
Depois de me derreter em lágrimas por uns dois dias, me levantei lá do chão no qual eu estava caída, eu fui à luta! A única pessoa capaz de me tirar dali era eu... Juntei os cacos e parei para pensar...
Os meus folículos eram de má qualidade? Sim, eram.
Há uma maneira de proporcionar ao meu corpo, que é a fábrica na qual eles serão produzidos, maior qualidade efetivamente? Não sei...
 
Foi aí que eu lembrei das conversas que eu já havia tido com a Carol... Além de muito agradáveis, eram muito proveitosas...Eu sempre aprendia alguma coisa.
 
Imediatamente, lavei o rosto, liguei o computador e mandei um e-mail para Carol, perguntando quais eram mesmo aqueles alimentos e vitaminas que tanto haviam lhe ajudado.
 
Enquanto eu aguardava a resposta, fui pesquisar no site do IPGO, que sempre foi uma fonte de muitas consultas, mesmo antes de fazer o tratamento lá. Encontrei um artigo bem interessante. Era o que faltava para a minha certeza de que podemos sim, oferecer ao nosso organismo equilíbrio energético para um ciclo, no mínimo melhorado.
 
O que me preocupava era que eu sabia que os melhores resultados viriam após o mínimo de uns três meses da ingestão continuada desses nutrientes. Mesmo assim, não desanimei. Do primeiro dia que tomei até o dia que parei, uma semana antes da aspiração folicular, foram 55 dias. Quero acrescentar que parei apenas com a vitamina manipulada. As demais, tomei e tomo até hoje. Não pretendo parar.
 
Tão logo recebi a listinha da Carol, comprei as vitaminas e solicitei uma específica na farmácia de manipulação (citarei a seguir).
O lado ruim é que são produtos mais caros, mas o investimento foi excelente, como vocês leram no post anterior.

Outra coisa que eu quero explicar é que sou contra a automedicação. Não quero que este post sirva para outros meios, a não ser relatar a minha experiência com métodos naturais de ajuda na indução da minha ovulação. Meu médico sempre soube da minha ingestão dessas vitaminas e apoiava o seu uso.

Tenha sempre o amparo do seu médico de confiança nas suas escolhas, ok?!
Juntos vocês chegarão a um consenso.
 
 
O que eu tomei
 
Manhã:
 
  • Ácido Fólico
  • Vitamina C
  • Vitamina D
  • Vitamina E
  • Maca Peruana
  • Zinco
  • Geléia Real in natura - 1 colherzinha
  • Farinha de linhaça, Chia, Farelo de Aveia, 10 sementinhas de Goji Berry e Mel - 1 colherzinha de açúcar de cada, misturada com a frutinha do dia (o mel era só pra vida ficar doce mesmo...hihihihi... se você não quiser, não precisa)
  • Coenzima Q-10 - 1 caps*
 
* Essa última vitamina foi importantíssima, tenho certeza absoluta! A única feita em farmácia de manipulação.

Noite:

  • Óleo de prímula
  • Ômega 3
  • Vitamina do Complexo B, principalmente B12

Durante esses dias, fiz a dieta de zero lactose, diminuí substancialmente o carboidrato (não quis tirar tudo), tomava muito suco verde, todos os dias minha sobremesa de almoço era abacaxi e consumia 2 castanhas do Pará e quatro castanhas de caju. Cada alimento desse era o meu lanche, nos intervalos das principais refeições.

Isso tirou 3 kg do meu manequim em 55 dias, os quais voltaram para os seus devidos lugares com os hormônios da fase de indução. Paciência... rs.

E a providência mais importante de todas... Não perdi a fé!

segunda-feira, 12 de maio de 2014

4ª FIV - Resumo

Quem me acompanha do Instagram já sabe das novidades.
Temos Ice Babies!!! :D
 
Resolvi ficar quietinha e não contar nada por aqui porque eu queria fazer diferente, dessa vez. Na 3ª FIV, eu relatei tudo, à medida que as coisas aconteciam. Nessa, eu me dei o direito de calar, e apenas rezar! Mesmo morrendo de vontade de compartilhar com vocês tudo que eu estava passando.
 
Então, vamos começar do princípio?
 
Depois da grande frustração da 3ª FIV e seu ciclo cancelado, foquei no sucesso e intensifiquei as orações.
 
Marcamos as férias para logo depois da Páscoa porque minha menstruação desceria por volta da Sexta-feira Santa. Seria o prazo certinho de todo o período de tratamento da 1ª fase da 4ªFIV.
 
Ela (vermelhuda) veio?
Não... e foi dar as caras no 41º DC (meus ciclos duram de 28 a 31 dias), quase no final das férias, depois de comer muita pimenta, praticar algumas atividades físicas, muitas sessões de acupuntura e muita, muita, muita ingestão de água!
 
No 3ºDC, em casa esperando a avaliação do IPGO sobre o 1º ultrassom, eis que o Dr. Arnaldo me liga, um pouco desanimado, falando que meu endométrio está espesso para começarmos a indução. Espera mais dois dias, faz outro ultrassom e daí a gente vê se vocês podem começar o tratamento neste ciclo.
 
Já falei aqui que tudo que diz respeito ao meu tratamento é com emoção, né?! Pronto!
 
Mais um dia de angústia, 2º ultrassom ... Ainda espesso! Mais uma chance!
 
3º ultrassom no 5º DC, exame de progesterona e estradiol... Agora sim!
Vamos para as picadinhas? Vamos nessa!
 
Mudamos a medicação para Puregon e Menopur. Foi uma boa estratégia!
O plano era tomar 9 dias de medicação, no 5º dia de medicação e 4ºultrassom fomos chamados para SP. Os folículos estavam crescendo um pouquinho mais rápido e o Dr. queria acompanhar de perto essa evolução final.
 
Chegamos em SP na segunda-feira (dia em que eu deveria voltar das férias) passada e fomos direto para a Clínica.
A priori, a aspiração dos óvulos seria na quarta. No entanto, o Dr. achou que eu devia tomar mais uma injeção de Menopur e fazer a coleta na quinta. E assim fizemos!
 
Sábia escolha!
 
Foram coletados 9 folículos maduros, desses 8 fertilizados!!!
 
Posso dizer que chorei muito! Mas de felicidade!
Pra quem me acompanha sabe que essa foi uma grande vitória nossa! Há menos de 2 meses, eu amargava um ciclo cancelado por falta de folículos minimamente aptos a fertilização.
 
Foi apenas uma batalha vencida, a guerra ainda não terminou. Mas agora, conseguimos ver luz no final do túnel! E ela brilha muito!
 
Este foi um grande resumo da 4ª FIV.
No próximo post, farei o relato detalhado do que me ajudou (e muito) a melhorar esses folículos e ter essa alegria!
 
Obrigada pela força e todo carinho de vocês para que eu continuasse lutando! Foi essencial!
 
 
 

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Se7e

Entrei (meio atrasada) na brincadeira da TAG Sete.
Pelo que entendi, é uma lista de sete coisas que você mais gosta de fazer e/ou que definem como você é...

1. DIY

Do it Yourself 
Adoro! Principalmente quando se refere a decorar e organizar a casa. Quando vejo alguma coisa interessante, nesse sentido, primeiro vejo se consigo fazer sozinha, só depois (caso não consiga) procuro quem faça pra mim. Aqui em casa tem parede pintada por mim, quadros, painel de papel numa parede inteira da sala. Esse deu trabalho e marido teve que me ajudar! Já instalei papel de parede tb! Os armários do nosso closet foram feitos por nós! Fiz o projeto e marido deu uma de marceneiro. Ficou simples e barato! 

2. Ficar em casa com marido

Não foi sempre assim. Na época do namoro, nós saíamos muito. Acho que só sobrava a segunda-feira mesmo... rs... Mas depois do casamento ficamos muito caseiros, e quando resolvemos sair é pra um jantar com amigos ou cineminha... A última vez que fomos numa festa quase me acabei de dançar, mas não suporto ir pra Boite (aquele bate estaca não me seduz mais)... Falando nisso, essa é a minha segunda paixão...

3. Dançar

Quando eu era solteira (só conheci meu marido aos 22 anos de idade) e baladeira, eu e as amigas nos arrumávamos na minha casa pra sair. Eu colocava música e a festa já começava lá em casa mesmo. Eu me vestia dançando... Imaginem a cena! Era uma farra só! Minha mãe adorava! Até hoje ela faz isso, sempre que está aqui em casa, ela fica no meu quarto, conversando, opinando sobre tudo... Roupa, maquiagem, sapato... Minha mãe é muito coruja! Tira foto e manda pras minhas tias... ahahaha Morro de rir com ela!
Adoro fazer qualquer atividade ouvindo música AND dançando!!!  Impolgo tanto, às vezes, que uma coisa que era pra fazer em 15 minutos (como lavar a louça do jantar) acaba demorando uns 40 minutos porque se passar uma música boa, eu paro e começo a dançar...É isso mesmo! Sozinha na cozinha! :D Se marido estiver comigo, ele dança também! Tem essa de ficar olhando não...

4. Ouvir música

Essa mania é irmã da anterior: dançar! Uma coisa tá ligada à outra!
Embora, em algumas ocasiões eu tenha chorado ao ouvir algumas músicas... Eu sou o tipo de pessoa que põe trilha sonora nas circunstâncias da vida, sabe?! Cada música tem um tempo de ser ouvida...
No momento, estou ouvindo de tudo um pouco. Até o Lepo Lepo eu tenho usado pra me fazer requebrar e esquecer do tratamento um pouquinho! Rir sempre é bom! Não compraria um CD dessa banda, mas se tocar no rádio, eu me remexo! kkkkkk

5. Ver filme

Em qualquer lugar. Em casa, no cinema, no avião, na chácara da minha vó, na casa dos meus pais (meu pai adora filme, principalmente da série 007). Já assisti filme até esperando vôo no aeroporto! 
Claro que os meus favoritos são os de romance, mas adoro um suspenso e filmes de guerra. Terror, nem pensar! Levo a sério e acho que os monstros vão se esconder embaixo da minha cama! ahahahaha
Meu filme favorito é TITANIC... Ai gente! Não faz essa cara de nojo! Gosto não se discute... Eu adoro a história, o enredo, os efeitos... E óbvio, Leo e Kate! Tenho até um post enorme do filme na minha sala!

6. Fotografia

Simplesmente amo! Ser fotografada e fotografar! Temos duas câmeras em casa, uma profissional e uma caseira, mas muito boa. Sempre que viajamos, usamos as duas ao mesmo tempo. Eu tiro fotos dele e ele as minhas. Acho muito legal as nossas diferentes percepções sobre os lugares que visitamos. O nosso problema era nunca ter impresso essas fotos. Sempre que algum amigo ou familiar queria ver, tínhamos que ligar o computador... Era um saco! Meus pais e meus sogros sempre reclamavam que queriam manusear as fotos, eles detestam ver pela tela... ahahaha
Por isso, estou me aventurando pelo mundo do scrapbooking. Apaixonei! Ontem, deixei pra revelar (ops imprimir) 800 fotos! Todas vão fazer parte dos muitos albúns que pretendo fazer nos próximos meses. Será uma terapia nesses tempos de ansiedade! 

7. Costurar

Essa é novidade! Ganhei uma máquina de costura do marido! Estou aprendendo ainda, passos lentos e curtos! Mas estou amando! Perco o maior tempão nos moldes e traquejo com a máquina. Mas os tutoriais do you tube estão aí pra isso! Melhor presente de todos os tempos! 

Foi até fácil (depois de 2 dias pensando) escrever sobre o que eu mais gosto de fazer... Além de mega divertido reunir essas atividades que me dão tanto prazer... Essa sou eu!

Obrigada pela indicação Blume! Adorei!

quarta-feira, 16 de abril de 2014

A vida é tão rara.

Não gosto de ficar longe daqui muito tempo...
Mas sabe aqueles dias que a gente simplesmente não tem vontade de falar (nesse caso escrever)?
Pois é, eu estava assim...
 
Nem sei dizer o que foi. Acho que nem aconteceu nada, deve ser esse o motivo...
 
Pela primeira vez, em toda a minha vida, vivi uma Quaresma plena.
Não é novidade pra ninguém que sou católica praticante desde que nasci. Embora, eu tenha me afastado um pouco da igreja entre a adolescência e os primeiros anos do meu casamento. Ainda que eu nunca tenha deixado de frequentar missas e fazer minhas orações, quando dava.
 
No último ano, nos voltamos intensamente para Deus e resgatamos muito da nossa religiosidade, em grande parte por causa da nossa infertilidade.
 
Sim! Faço parte da gigante massa de gente que se esquece de Deus em algum momento da vida e se lembra dele num momento de dor. Não me envergonho disso, afinal, o meu amor por Jesus sempre esteve aqui... Nossa Senhora também!
 
E depois dessa aproximação, que foi extremamente importante para seguirmos a vida, mesmo (e também por isso) sem ter a nossa graça alcançada, escolhi me fechar. Só um pouquinho! Para refletir sobre os propósitos de Deus na nossa vida.
 
Eu agradeço imensamente a Ele por ter me amparado, me iluminado nos últimos meses.
Toda essa história me transformou, mudou profundamente o meu jeito de viver a vida, a importância de SER e não de TER...
Passei a priorizar quem eu amava e perdoar que eu não amo muito, respeitar ainda mais as escolhas e decisões alheias.
E paciência? Gente, eu descobri que a calma e a tranquilidade são antídotos para qualquer mal!
 
Tenho pensado muito sobre o tempo... Principalmente depois do último post. Descobri que essa contagem não serve pra nada, a não ser nos trazer angústia e medo.
Eu, que venho dizendo tanto para Meu Senhor, que sei que o tempo de receber a benção é estipulado por Ele, peguei-me em franco desacordo com as orações...
Passei a pedir, sobretudo, que o meu filho venha. Não importa o tempo, não importa como... Eu só quero tê-lo em minha passagem por esta vida e completar a alegria de compartilhar o amor em uma família crente no amor que Cristo nos deixou.
 
Não tem um dia em que eu não chore! Por mais que apenas uma única lágrima escorra, por dentro eu grito por esse milagre. Não é um choro de desespero... Não, não é!
É um choro de saudade! Mas como? Saudade daquele que nunca tive?
Exatamente!
Sabe vontade, sabe desejo, sabe AMOR???
Então, eu tenho muito dentro de mim! E ele está direcionado para esse ser, que eu AINDA não tive o privilégio de gerar, de cuidar... Mas é todo dele!
 
Às vezes, eu paro naquele cômodo da casa, que tem dono, esse mesmo que ainda não está aqui e imagino seu choro, suas risadas, seu chilique, suas cambalhotas... Fico imaginado as paredes riscadas, o chão sujo de traquinagens artísticas. Mas as paredes estão lá, limpas e brancas, o chão reluz a limpeza de um lugar que não é utilizado, nem cortina tem. E eu engulo o choro novamente... Porque chorar só é permitido na hora do banho que é para o marido não ver... Ele se entristece também.
 
Estou caminhando. Sabe aquela escada? Eu continuo olhando pra ela.
Pegando impulso para avançar todos os degraus... Eu sei, será um por vez...
Estou me preparando pra pisar bem forte, com os dois pés, inteira... Só pra ter certeza que eu não vou retroceder!
 
É difícil? Super... Esperar sentada? Jamais!
 
Estou aprendendo muito! Cada dia mais!
 
Apesar do turbilhão de coisas nesse primeiro trimestre, sigo firme!