Pesquisar nas cartas

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Por aqui...

Por aqui tudo na mesma...
Ainda sem novo antigo tratamento...
Sem perspectivas de quando ocorrerá.
Não temos ideia, com relação ao nosso futuro filhote, de quando virá...
Eu nem sei dizer pra vocês o que farei no mês de setembro.
Só tenho planos para os próximos quinze dias...;)
Hoje, é meu último dia de trabalho antes das minhas mini férias!!! 
Viajar é preciso! Eu e maridone estamos contando as horas!
Essa sim, é uma notícia excelente para esquentar esse coração machucado...

Sim meninas! Ainda tenho pequenos lances e lampejos de tristeza a respeito do que não aconteceu...
Tento focar em outras coisas, pensar em outras vontades, sentir outros prazeres, realizar outros sonhos...
Mas essa vontade, essa saudade do meu futuro (que ainda não está delineado, a não ser nos meus pensamentos), esse bem querer do filho que está esperando para vir. É isso mesmo que você imaginou, amiga! Eu tenho certeza, que meu filho já me espera também e está como eu, candidamente, aguardando Nosso Pai do Céu liberar o nosso encontro.

Por enquanto, a gente vai caminhando assim... Com uma vontade imensa de se ver, de acontecer, da benção ser proferida, da nossa hora chegar...
Quase sempre eu choro.
É inevitável! É triste! 
Mesmo tendo fé que a nossa história terá uma nova fase em breve, assim esperamos, eu lembro que não tem nada pronto, não tem nada certo, que o caminho é longo e eu estou exausta.
Queria não está! Mas eu estou!
Eu queria falar coisas bonitas e falar de esperança, de perseverança...
A verdade é que eu estou precisando escutar, eu preciso ler sobre isso, eu preciso me animar!
Alguém, por favor, põe um vídeo de lambada da década de 90 aqui, para gente rir um pouco???!!!

Por alguns instantes, eu me ocupo, e não penso nele... No meu filho... 
A pior hora é a noite... Quando eu vou dormir e queria muito fazer o que toda mãe faz... Ler histórias, abraço forte... Boa noite, filho! Quase consigo ouvir a resposta... Boa noite mamãe...
É só um sonho, de todas as noites!

Quando acordo, eu agradeço a Deus... Menos um dia de espera!
E passo o dia todo acreditando nisso...

Só posso pedir que o caminho seja tranquilo.

Nossa Senhora, cuida de mim!

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Visão noturna, por favor!

Ontem, foi só clicar no botãozinho de PUBLICAR o post que meu celular tocou.
Era o meu médico...

Conversamos sobre como eu estava e ele me explicou que não sugere mudança alguma no meu protocolo. Nem nos embriões (já que eu consegui blastocisto de boa qualidade) e nem acrescentar qualquer exame que eu já não tenha feito. Realmente, fiz todos os exames!

Isso me derrubou demais...Eu esperava que ele me pedisse para fazer aqueles exames complexos... Tipo PGD, Cross Match e o escambau... Até insisti nessa linha de investigar... Mas, ele foi categórico! "Muito provavelmente as falhas de implantação, no seu caso, e de acordo com o seu histórico de exames e prontuário, não estejam relacionadas com os seus embriões. Temos que cuidar da pós transferência."

A única coisa a fazer de diferente, que segundo ele, poderia não ser feita, seria a realização do exame ERA.
A grosso modo, esse exame verifica a receptividade do endométrio e qual o melhor dia para a transferência dos embriões congelados.

Esse seria justamente o primeiro empecilho... Estamos na dúvida, e vamos avaliar se queremos ou não fazer a FIV em ciclo fresco. O protocolo de TEC demora demais, nesse último, foram seis meses em apenas um ciclo no qual usamos todos os blastos congelados. Foi uma aposta alta e a queda foi proporcional. :(

A outra desvantagem é que além da demora de se trabalhar com embriões congelados, é que esse exame só tem eficácia de dois a três meses após o reconhecimento do período apropriado para a TEC. Ou seja, vamos lidar com um período muito superior a seis meses. 

Estou buscando paciência nos confins do meu ser e esperar um tempo tão grande assim seria uma tortura.

Ao mesmo tempo, penso que o processo de FIV é muito complexo... Pode ser que eu faça a próxima em ciclo fresco, o que dura por volta de 40 dias, e ainda assim não dê certo...

Estamos tateando no escuro, novamente!

Começar é muito bom, animador, estimulante... REcomeçar dá um certo medo!

Resolvemos tirar uma folga para pensar, clarear esse grande túnel no qual entramos. 
A impressão que tenho é que aquela luz lá no fundo se apagou. Mas eu ainda respiro, mesmo no escuro e tento ficar de pé, mesmo sem saber onde pisar e qual direção tomar.

Pela primeira vez, o sentimento de derrota e a vontade de desistir estão entre os meus pensamentos.

Rezar, mais e mais.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Agradecimentos

Eu queria vi aqui só depois de ter uma orientação da Clínica sobre o que fazer agora...
Mas não foi possível, estamos revendo todo o meu protocolo e a viabilidade de fazer outros exames no sentido de melhorar as circunstâncias pós transferência, já que transferi blastocistos. Já sabíamos, desde o início, que o nosso maior obstáculo seria a fase de implantação.
Ainda não sei o que será feito...
Eu vim aqui agradecer todas as mensagens!!!
Chorei muito lendo cada uma e foi como um forte abraço cada carinho escrito!

Que Deus sempre nos ilumine!
Quando eu conseguir escrever mais, sem chorar, eu volto!

Até...